Em entrevista ao portal ClicRDC, de Chapecó, o delegado Jeronimo Marçal Ferreira repassou novos detalhes sobre o rapaz que matou cinco pessoas esta manhã numa creche em Saudades.

"A gente conseguiu conversar com algumas pessoas próximas a ele e relatam que ele tinha alguns hábitos incomuns", disse o delegado.

Entre os hábitos de Fabiano Kipper Mai, o delegado cita que mesmo aos 18 anos de idade, ele ainda dormia com o pai.

"Segundo o pai, ele tinha medo de dormir sozinho", disse.

Também foram colhidos relatos de que ele sofria bullying na escola, gostava de jogos online e era muito introspectivo.

Segundo a irmã de Fabiano, ele também gostava de machucar animais. Ela teria questionado o irmão quando ele comprou as lâminas usadas no crime e ele respondeu que seria para machucar o coelhinho dela. As embalagens das armas foram encontradas na casa dele.

"É um misto de espada com facão. Uma arma bem grande, nova. [...] Segundo o IGP me informou, ele usou para furar as vítimas".

Fabiano foi internado inicialmente no hospital de Pinhalzinho, gravemente ferido após os crimes, mas durante esta tarde foi transferido para o Hospital Regional do Oeste (HRO), em Chapecó, onde foi submetido à cirurgias.