Assaltantes estão utilizando uma nova tática para render motoristas nas rodovias estaduais catarinenses. Na região do Vale do Itapocu, duas ocorrências com o mesmo modo de ação foram registradas neste mês em Guaramirim e Massaranduba na SC-108 (Rodovia do Arroz) e na SC-413.
O bandido bate na traseira do veículo e, no momento em que estaciona o carro no acostamento, a vítima é rendida. A prática já é conhecida em outros Estados brasileiros e começou a ser utilizada na região no ano passado.
Na noite do dia 6 de março, às 19h56, um motorista teve a sua Mercedes-Benz C-180, com placa de Indaial, roubada. Ele trafegava na rodovia SC-413, em Massaranduba, quando uma Volkswagen Saveiro bateu na traseira do carro. No momento em que foi verificar o ocorrido, dois homens armados o renderam e levaram o veículo. A vítima avisou a Polícia Militar sobre o ocorrido, rondas foram feitas, mas ninguém foi preso.
O outro crime ocorreu na noite de 19 de março, por volta das 22h, na SC-108, em Guaramirim. O motorista teve o seu Fiat Linea roubado após uma colisão ocorrida na passagem de nível localizada no bairro Avaí. Desta vez, um Volkswagen Gol de cor prata foi o automóvel que provocou o acidente.
-
https://ocponline.com.br/policia-civil-investiga-suposto-caso-de-assedio-sexual-em-escola-de-guaramirim/
-
No momento em que o motorista estacionou o veículo no acostamento, um homem armado o rendeu. O condutor disse que os dois veículos seguiram no sentido de Joinville. Rondas foram feitas pela PM, mas ninguém foi detido.
O chefe da Seção de Comunicação do 14º Batalhão de Polícia Militar, major Aires Volnei Pilonetto, afirma que os dois casos aconteceram em áreas limítrofes dos municípios, longe dos centros urbanos, onde o policiamento é mais ostensivo. Pilonetto também ressalta que o patrulhamento das rodovias estaduais é responsabilidade da Polícia Militar Rodoviária. Mas explica que a Polícia Militar monitora esse tipo de atuação, difícil de ser combatida principalmente pelas inúmeras rotas de fuga que essas áreas apresentam.
O oficial destaca que essas regiões sofrem a ação de bandidos de cidades como Joinville, Araquari e do Litoral. O trabalho preventivo é realizado pelos policiais militares, o que acaba evitando ações deste tipo. “Esse é um dos motivos pelos quais nós abordamos veículos com placas de outras cidades”, revela o major, ao citar a recente recuperação de um Fiat Idea roubado em Joinville, no dia 9 de março. Horas depois do crime, o veículo foi encontrado em um posto de combustíveis na SC-108, o assaltante foi preso e a arma utilizada no crime foi apreendida.
O major enfatiza a importância da comunicação rápida do crime, pois guarnições de cidades vizinhas podem ser avisadas. Com isso, a possibilidade de recuperação do veículo e a prisão do responsável pelo roubo são maiores.
A reportagem do jornal O Correio do Povo entrou em contato com policiais militares rodoviários dos postos de Joinville e Blumenau, responsáveis pelo patrulhamento nas rodovias citadas na reportagem. Eles disseram não ter conhecimento da prática.
-

Leia mais:

https://ocponline.com.br/pedagio-dos-bombeiros-de-schroeder-arrecada-mais-de-r-8-mil/