Um réu de 33 anos foi condenado a dez anos, dez meses e 18 dias de reclusão, em regime inicial fechado, por roubo majorado, pelo uso de arma de fogo e concurso de pessoas.

Segundo o delegado Yuri Miqueluzzi, da Divisão de Repressão a Roubos da Divisão de Investigação Criminal (DRR/DIC) de Criciúma, o crime ocorreu em janeiro em uma loja de informática, no bairro Próspera.

Na ação, ele e um comparsa, armados, renderam e amarraram os três funcionários do estabelecimento. Após, roubaram dinheiro e celulares e fugiram em uma motocicleta.

“A ação foi violenta e premeditada. Após representação pela DRR/DIC-PCSC, houve a prisão preventiva com agora a sentença proferida pela 1ª Vara Criminal de Criciúma, com atuação da 1ª Promotoria de Justiça na acusação”, complementa a autoridade policial.

Confira a galeria de imagens

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp