Um homem foi condenado a 12 anos, sete meses e 16 dias de reclusão, em regime inicialmente fechado, por roubo tentado mediante grave ameaça e porte ilegal de arma de fogo. A sentença foi prolatada pelo juízo da 2ª Vara Criminal da comarca de Blumenau.

O assalto ocorreu na noite de 26 de abril deste ano, quando ele e um comparsa foram até um estabelecimento comercial no bairro Vila Nova. Enquanto um deles ficou do lado de fora, o outro anunciou o assalto com uma arma de fogo em mãos.

No interior do comércio, segundo os autos, ele rendeu o proprietário ao colocar sua arma nas costas da vítima e desta forma exigiu o revólver do comerciante, mas não conseguiu consumar o intento por circunstâncias alheias a sua vontade.

A decisão cabe recurso ao TJSC | Foto Divulgação

Ao perceber o assalto, a esposa do proprietário, que estava no caixa do estabelecimento comercial, sacou uma pistola calibre .38 - da qual possui certificado de registro - e em defesa da integridade física do marido efetuou um disparo contra o assaltante, que, atingido, foi preso sem consumar o roubo. O comparsa que estava do lado de fora fugiu logo após ouvir o disparo e não foi mais localizado.

O homem condenado, preso preventivamente após o delito, possui antecedentes criminais - por furto e roubo - e não poderá apelar em liberdade. Ele segue no Presídio Regional de Blumenau. Da decisão cabe recurso ao TJ.

Receba as notícias do OCP no WhatsApp: