Uma ação conjunta da Polícia Federal (PF) e da Polícia Rodoviária Federal (PRF) resultou nessa sexta-feira na maior apreensão de maconha da história de Santa Catarina. Foram apreendidos 24,523 toneladas da droga, avaliada em R$ 53 milhões, segundo as corporações federais.

Os tabletes do entorpecente estavam camuflados em meio a uma carga de milho de um caminhão bitrem, com placas de Imaruí, que veio do Mato Grosso do Sul e tinha como destino o Sul catarinense.

O motorista, de 46 anos, foi preso em flagrante. Um inquérito policial foi instaurado para apurar a participação de outros envolvidos no tráfico interestadual.

O recorde até então havia sido em julho, com 24,2 toneladas apreendidas que estavam escondidas também em um caminhão, mas carregado com soja, na BR-282, em Rancho Queimado, Grande Florianópolis.