Os 30 soldados do Curso de Formação de Soldados 2017 começaram uma importante fase na sua formação. O estágio supervisionado dos futuros policiais militares iniciou na noite desta quinta-feira (9), durante a abertura da 29ª edição da Schützenfest. De acordo com o comandante do 14º Batalhão de Polícia Militar, tenente-coronel Gildo Martins de Andrade Filho, após reforçarem o policiamento de prevenção nos 11 dias da Festa dos Atiradores, os estagiários vão atuar em diversas operações nos cinco municípios da região de abrangência do batalhão. “Como são 30 alunos, cada município vai receber seis. Durante o estágio serão feitas operações com barreira de trânsito, operações em bares e de policiamento ostensivo. Enfim, todo o serviço preventivo em cada um dos cinco municípios. O objetivo também é trazer um pouco de tranquilidade para as nossas cidades durante esse período”, comenta Gildo Andrade. De acordo com o tenente-coronel, a região pode receber 40 novos soldados. “Nossa briga, por assim dizer, é que, após o curso de formação feito em todo o Estado, com o total de 920 soldados, nós recebamos 40 policiais militares, no mínimo. Depois, eles serão distribuídos nos cinco municípios”, antecipa. Os alunos soldados começaram o curso no dia 2 de maio e tiveram aulas de saúde, aptidão física, ciência comportamental, técnicas de abordagem e teoria do tiro. De acordo com o coordenador do Curso de Formação de Soldados, major Aires Volnei Pilonetto, é grande a preocupação para que o quartel-escola forme bons policiais para a Polícia Militar de Santa Catarina. “O 14º BPM se preocupou bastante com essa turma. Agora, após a entrega do fardamento na Formatura do Fogo, esses alunos soldados vão para as ruas para o estágio supervisionado. Esperamos que eles tenham terminado toda a preparação até o início de dezembro”, conta o major da PM. Na noite desta quarta-feira (8), os alunos do Curso de Formação de Soldados 2017 passaram por um importante ritual de passagem. A Formatura do Fogo foi realizada no 14º Batalhão de Polícia Militar, local que abrigou as atividades de treinamento dos futuros policiais militares. A cerimônia, que contou com a presença de oficiais e das famílias dos alunos marca a primeira vez que os formandos utilizam o fardamento da Polícia Militar de Santa Catarina. Ao vestirem o uniforme, os futuros policiais militares passam a ser representantes legítimos do Estado. O aluno soldado Bruno Carlos, 27 anos, passou por todos os desafios do curso. Para ele, o treinamento realizado no 14º BPM foi muito dignificante. “Algumas das etapas testaram valores e trouxe algumas dificuldades que não esperávamos. Mas, graças a Deus, todos nós conseguimos superar. Foram atividades que só trouxeram benefícios a todos. Eu acredito que todo mundo está saindo melhor do que entrou”, conta, ao ressaltar que a Formatura do Fogo é um evento muito esperado pelos alunos. “Desde que nós entramos, a ansiedade pela primeira farda foi algo que mexeu muito com a gente. Teve um pouco de demora, mas a gente recebeu e tá aqui comemorando esse momento”, completa. O tenente-coronel Gildo Andrade avaliou a turma como excelente. Segundo ele, todos os participantes estavam muito comprometidos com o treinamento. “Todos estavam realmente envolvidos com as atividades do batalhão e da instituição da Polícia Militar. Tanto que, dos 30 alunos que começaram o curso em maio, nós não tivemos nenhuma desistência. Muito provavelmente não teremos nenhuma desistência porque estamos praticamente no final do período de formação. Os alunos soldados estão muito engajados nas disciplinas, em todo o curso de formação. Temos certeza que estamos contribuindo muito para a formação desses policiais e toda a sociedade catarinense vai ganhar e muito com isso”, frisa. Reportagem de Cláudio Costa para o jornal O Correio do Povo.