Um incêndio criminoso foi registrado na tarde desta sexta-feira no Loteamento Olésio Teixeira, no bairro De Villa, em Urussanga. Quando o Corpo de Bombeiros chegou, encontrou uma residência em construção - anexa ao lado de uma casa, do mesmo proprietário - de aproximadamente 15m², em alvenaria, parcialmente tomada pelas chamas.

A Polícia Militar já estava no local da ocorrência na tentativa de apagar o incêndio com uma mangueira de jardim, e a guarnição do ABTR-127, após gerenciados os riscos existentes, iniciou o combate direto com o uso do mangotinho do caminhão, sendo utilizados aproximadamente 700 litros de água para extinção, rescaldo e resfriamento das residências adjacentes.

Segundo relato da proprietária, de 56 anos, ela estava construindo uma casa em anexo para uma moça, de 31 anos, que ela cuida e que mora com ela há três anos, e que esta colocou fogo na roupa de cama após uma discussão entre elas.

"Havia uma cama com colchão, um guarda-roupas e roupas no interior do imóvel e parte do telhado que foram atingidos pelo incêndio, queimando uma área de aproximadamente 6m². A proprietária solicitou o auxílio do ASU-394 para atendimento, pois segundo ela, foi agredida com uma madeira e ameaçada com uma faca. Ela referia dores na região do antebraço direito e apresentava roxidão no rosto, também do lado direito", informou a corporação.

A PM lavrou o boletim de ocorrência referente à agressão. Após atendimento pré-hospitalar, a guarnição do ASU-394 conduziu a paciente para o Hospital Nossa Senhora da Conceição, de Urussanga.