O cantor Criolo se manifestou nas redes sociais na manhã desta quinta-feira (26) sobre a demissão de um professor da rede municipal de ensino de Criciúma que exibiu o clipe Etérea do cantor, para alunos do 9º ano.

Após uma denúncia nas redes sociais em relação a exibição do clipe, o prefeito, Clésio Salvaro (PSDB), gravou um vídeo falando sobre o caso. Além de confirmar a demissão do professor, que foi justificada por nota oficial que se deu por ser contra as Diretrizes Curriculares do Plano de Ensino Unificado, o prefeito utilizou a palavra “viadagem” em seu discurso.

Em seu Instagram o cantor afirmou que "mais uma vez, desde seu lançamento, o clipe e o documentário da música Etérea abrem espaço para o debate na sociedade brasileira, após a lamentável demissão de um professor depois de exibir o projeto em sala", disse na publicação.

O cantor afirmou que o clipe e o documentário da música já foram exibidos em diversos festivais de cinema e instituições de arte, música e dança, como a Filmoteca da Universidade Nacional do México, pelo mundo, ao longo dos quase dois anos de suas trajetórias internacionais.

Parada LGBTQIA+ em Criciúma

Desde a circulação do vídeo do prefeito, grupos LGBTQIA+ tem organizado uma ação no próximo sábado (28), em frente à prefeitura de Criciúma, às 14.

Nas redes sociais, Criolo postou uma foto onde divulga a ação. Confira:

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp