Um escândalo de corrupção descoberto em 2011, na antiga Fundema (Fundação do Meio Ambiente), teve mais um capítulo nesta semana. Após a manutenção da condenação em segunda instância, a Polícia Civil de Joinville prendeu um dos principais articuladores do esquema, o ex-secretário da Fundema, Marcos Shoene.

Shoene foi condenado por corrupção passiva e crimes contra a administração pública. ,0 mandado de prisão foi expedido pela 3ª Vara Criminal de Joinville. Após ser detido, ele passou pelo IML (Instituído Médico Legal), e foi conduzido a Penitenciária Industrial de Joinville, onde cumprirá a pena.

Shoene cumpria a pena em regime aberto. O Ministério Público recorria da decisão de primeira instância junto ao Tribunal de Justiça, que regrediu a condenação para o regime semiaberto.

É possível que o empresário fique em prisão domiciliar utilizando tornozeleira eletrônica.

Entenda o caso

O esquema de corrupção envolvendo o então órgão do meio ambiente de Joinville foi descoberto em 2011. A polícia descobriu que para liberar licenças ambientais, o então secretário solicitava aos empresários que fizessem laudos técnicos na empresa dos filhos e Marcos Shoene.

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito: 

WhatsApp  

Telegram  

Facebook Messenger