Com informações do jornal A Notícia. Durante 55 anos, Darci e Elma Schmaltz dividiram as conquistas e as dificuldades da vida. Com tanta cumplicidade, na última quinta-feira (5), o casal partilhou do mesmo destino O casal natural do Rio Grande do Sul morreu com diferença de poucas horas. Darci e Elma moravam em Joinville desde 1979. Darci é natural de Ijuí e Ela nasceu em Três Passos. O casal rumou para Santa Catarina com os quatro filhos. “Eles se casaram quando ele tinha 20 anos e ela, 19. Batalharam de Sol a Sol, trabalharam muito e sempre unidos, recorda a filha Lourdes. Darci sofreu uma tentativa de homicídio durante um negócio e se mudaram para Joinville. Ele trabalhou como varredor de rua até receber uma herança. Com o dinheiro, Elma comprou uma máquina de fazer sorvetes e, juntos, abriram a Sorveteria Scarolo, que funcionou durante 25 anos no bairro Itaum, na zona Sul da cidade. Elma foi diagnosticada com Mal de Alzheimer e Parkinson há cerca de 12 anos, e Darci descobriu que sofria com as mesmas doenças há cinco anos. Há pouco mais de dois anos, passaram a precisar de cadeiras de rodas. Eles viviam com Lurdes, que buscou um lar de idosos para que eles ficassem por 15 dias, enquanto a família viajava. Na manhã de terça-feira, no entanto, Darci precisou ser internado, e os filhos voltaram correndo para Joinville. Quando a tarde chegou, Elma estava ardendo de febre e também foi levada para o hospital. O susto dos filhos se repetiu dois dias depois: Darci morreu de madrugada e Elma, algumas horas depois. Eles tinham 76 anos. Segundo os médicos, eles tiveram pneumonia.