Os Conselhos Comunitários de Segurança de Jaraguá do Sul, a Associação dos Conselhos Comunitários de Segurança do Baixo Vale do Itapocu, a Polícia Militar e a Polícia Civil uniram esforços para uma iniciativa inédita no Brasil, o aplicativo “Meu BO”. O aplicativo tem a intenção de facilitar o registro de ocorrências policiais em Jaraguá do Sul e região e deve funcionar como um instrumento para que a população colabore de forma ativa com a segurança pública municipal e estadual. A iniciativa também garante que as estatísticas policiais estejam sempre atualizadas. Em junho deste ano, Jaraguá do Sul foi considerada a cidade mais pacífica do país com base nos números de mortes violentas de 2015, quando apenas um homicídio foi registrado. Essa posição de destaque chamou a atenção da mídia nacional e gerou debates calorosos entre os jaraguaenses. Para muitos, a cidade não é tão segura assim e a causa dessa divergência pode estar em um detalhe simples: a quantidade de boletins de ocorrências registrados. A possível espera nas delegacias ou o medo de represálias são alguns dos motivos que explicam a falta de denúncias de pequenos delitos. Segundo Neri Heinzen, presidente do Conselho Comunitário de Segurança dos bairros Jaraguá Esquerdo, São Luís e Tifa Martins, o aplicativo “Meu BO” foi pensado para mudar essa realidade. “Queremos que as pessoas desenvolvam a cultura de colaborar com a segurança pública das nossas cidades”, explica.
Ainda em fase de testes, aplicativo permite que o cidadão registre seu boletim de ocorrência | Foto Divulgação
Para ele, mesmo os menores delitos precisam ser registrados. “Dados sobre pequenos delitos e comportamentos inadequados ajudam a polícia a mapear a criminalidade”, conta. “Esses números também são úteis para que o combate à violência aconteça de maneira mais estratégica”, completa. O aplicativo, que ainda está em fase de testes, permite que o cidadão registre seu boletim de ocorrência de forma segura e anônima, sem precisar sair de casa. A funcionalidade está disponível para moradores de Jaraguá do Sul, Guaramirim, Schroeder, Massaranduba e Corupá. São Paulo e Rio de Janeiro são algumas das cidades que possuem aplicativos para registros de ocorrências semelhantes. Porém, o “Meu BO” é pioneiro por conta da integração com outras cidades da região, tornando-o o primeiro aplicativo a operar neste sentido. Os responsáveis pelos Conselhos Comunitários de Segurança de Jaraguá do Sul estão trabalhando na divulgação massiva da iniciativa. Além de outdoors espalhados em diversos pontos, intervenções serão realizadas em locais públicos das cidades atendidas pelo aplicativo. A intenção dessas intervenções, segundo Neri, é popularizar o aplicativo na região. “Quanto mais pessoas baixarem, melhores serão os dados que a polícia utiliza para combater a violência”, acredita. “O crime consegue se organizar de maneira muito facilitada, então precisamos nos movimentar nesse sentido também”, completa. Passo a passo de como baixar e usar o aplicativo “Meu BO”: 
Por enquanto o app está disponível apenas para aparelhos Android, mas uma versão para iPhones será liberada em breve. Veja como baixar e usar: 1. Abra a loja de aplicativos do seu celular; 2. Digite “Meu BO” na busca; 3. Inicie o download do aplicativo; 4. Abra o “Meu B.O.” e clique no ícone “Registrar BO”; 5. Selecione o tipo de B.O. que você deseja registrar; 6. Inclua as informações necessárias para registro; 7. Finalize a operação; 8. Pronto! Sua ocorrência foi registrada.