O ano de 2016 começa com ocorrências policiais. Desde a virada do ano até a madrugada deste sábado (2) foram registrados os seguintes casos de destaque: SÁBADO (2 DE JANEIRO) Às 3h44, uma guarnição da polícia efetuava rondas nas imediações do Posto Guaramirim, na BR 280, quando avistou um homem em atitude suspeita. Ao tentar abordar o mesmo, este resistiu à abordagem, desobedeceu a ordem de se postar para revista e saiu correndo, sendo então alvejado por 3 disparos de elastômero. O homem, posteriormente identificado como S.G.F., 31 anos, quebrou a cerca de uma residência e invadiu a mesma no intuito de se evadir, sendo então alcançado pelos policiais que ainda tiveram que efetuar disparo de taser (arma de choque) para conseguir conter o agente. Após detido, o mesmo ainda ameaçou os policiais dizendo que quando saísse da cadeia iria "se acertar com eles". Diante dos fatos, o mesmo foi preso em flagrante e entregue na Delegacia de Polícia. SEXTA-FEIRA (1º DE JANEIRO) Por volta das 23h, a Central de Emergências recebeu ligação de um morador da Av. Getúlio Vargas informando que sua residência havia sido arrombada e que o autor do furto ainda estava nas imediações. Uma guarnição foi ao local e se deparou com dois homens brigando na via. Tratava-se do solicitante da ocorrência e do agente, os quais brigavam pois o solicitante estava tentando imobilizar o agente. Os policiais prenderam o agente V.C.J., de 30 anos, em flagrante, e o encaminharam até a delegacia de polícia, onde foi entregue. Segundo informado pelo solicitante, o agente havia tentado furtar um par de tênis e um frasco de perfume de sua residência. O autor do fato alegou que possui um relacionamento afetivo com a vítima, e que durante a noite, após retornarem de um parque onde passaram o dia, acabaram brigando. Após a briga, o autor pegou o tênis que havia ganho da vítima em data anterior e saiu do local, sendo abordado em seguida pelo comunicante e por amigos que o agrediram com chutes e socos. Às 22h39,  a C.R.E recebeu denúncia de que VW/ GOL, placas Schroeder, estava sendo conduzido por um condutor embriagado. A guarnição localizou o veiculo parado e ligado no meio da pista na R. Emílio Oto A Oldenburg. O condutor E.L.L de 25 anos estava dormindo em seu interior, os policiais tentaram acordá-lo por diversas vezes e quando obtiveram êxito, o mesmo bastante alterado começou a desacatar os policiais chamando-os de "vagabundos", "vermes". Nesse momento, foi dado voz de prisão ao cidadão que resistiu, sendo necessário o uso de técnicas de imobilização e spray de pimenta para prendê-lo. No momento da condução do agente à Delegacia, o mesmo veio a danificar o compartimento de detidos da viatura e a ameaçar os policiais que efetuaram a sua prisão e também outros policiais. Devido aos fatos, este foi enquadrado pelos crimes de dirigir sob efeito de álcool, ameaça, desacato e dano qualificado. No início da manhã do primeiro dia de 2016, policiais em uma viatura efetuavam rondas no bairro Vila Nova em Jaraguá do Sul quando suspeitaram de dois jovens que empurravam um motocicleta na Rua 25 de Julho. Os mesmos foram abordados e identificados como B.A.F., de 16 anos e D.M.B.A., de 23 anos. Ambos são conhecidos pelas guarnições por envolvimento em furtos, porém a motocicleta que empurravam, uma Honda Fan, não possuía registro de furto.  Para evitar problemas futuros, foi feito contato através de telefone com a proprietária e quem atendeu foi o esposo da mesma, relatando que ela tinha saído com o filho para tentar localizar a moto que tinha sumido da garagem. Após alguns minutos, foi feita nova consulta ao sistema e desta vez já constava que a moto era furtada. Diante disso, os dois abordados receberam voz de prisão e foram encaminhados até a Delegacia de Polícia, onde foram entregues juntamente com a motocicleta. Às 4h08 do dia 1º de janeiro, a Central de Guaramirim recebeu pedido de apoio da guarnição do SAMU. Segundo informações, a guarnição do SAMU havia sido acionada para atendimento a uma mulher que estaria passando mal na rua Santa Paulina - Caixa d'Água - Guaramirim. Ao chegarem no local, os integrantes da guarnição foram recebidos pelo esposo da mulher. O mesmo estava embriagado, disse que não tinha acionado o SAMU e que não permitiria que sua esposa fosse atendida, passando neste momento a agredir os médicos. Não contente com sua atitude, o agente ainda armou-se com um pedaço de pau e danificou as lanternas traseiras da ambulância. Com a chegada da polícia, o homem foi preso em flagrante pela agressão aos médicos e pelo dano ao patrimônio público.