O adolescente de 15 anos que na segunda-feira agrediu a professora Marcia de Lourdes Friggi, em Indaial, prestou depoimento à Polícia Civil na tarde desta quarta-feira (23). O menor compareceu à delegacia acompanhado da mãe e de um advogado. Segundo o delegado José Klock, o rapaz teria mostrado arrependimento. Durante o depoimento, o jovem confirmou que a discussão com a professora começou por causa do livro que ele segurava embaixo da carteira. “A versão dele foi de que ele foi injuriado pela professora, que ela teria sido meio deselegante com ele e ele perdeu a cabeça”, resumiu o delegado. A Polícia Civil ainda não recebeu o resultado do exame de corpo de delito feito pela professora agredida. Nesta quinta-feira, duas testemunhas que estavam na escola no momento da agressão devem ser ouvidas. A expectativa do delegado José Klock é concluir até a sexta-feira o auto de apuração de ato infracional, que investiga o caso e será remetido à Promotoria da Infância e da Juventude de Indaial. Até a definição do caso, o aluno foi suspenso pela Secretaria de Educação de Indaial. Com informações do Jornal de Santa Catarina | Foto: Reprodução/Facebook