O ato de um aluno de uma escola de Jaraguá do Sul deixou a comunidade escolar em alerta esta semana.

O aluno escreveu a palavra “massacre” na parede de um dos banheiros da Escola de Ensino Básico Professora Lilia Ayroso Oechsler, no bairro Ilha da Figueira, em Jaraguá do Sul.

Por conta disto, a escola passou informações com orientações para os pais via Whatsapp nesta terça-feira (4).

De acordo com o gerente regional de Educação Fernando Alflen, a situação pode ser uma brincadeira de mau gosto. Porém, como precaução, os pais dos estudantes foram avisados sobre o fato e a polícia foi comunicada.

No comunicado, os pais foram informados de que as redes de proteção da Polícia Militar foram comunicadas e uma guarnição vai estar na unidade escolar.

A direção pede que os responsáveis pelos alunos fiquem calmos e podem ficar à vontade caso não queiram enviar os filhos para a escola.

Na mensagem, há ainda uma observação sobre a importância de conversar com os filhos sobre atos como esses, pois influenciam diretamente na vida de todos.

O aluno responsável pelo ato ainda não foi identificado.

 

Receba no seu WhatsApp somente notícias sobre segurança pública da região (acidentes de trânsito , ações policiais):

Whatsapp

Grupo OCP Segurança

Telegram

OCP Segurança