A Vila União, uma das comunidades mais vulneráveis no Norte de Florianópolis que sofre com a falta de investimento em assistência social, mas foi considerada pacificada pelos órgão públicos após ações policiais, foi palco de dois homicídios na madrugada desta terça-feira (01). Um adolescente de 17 anos e um jovem de 24 morreram durante uma operação da Polícia Militar. Segundo o delegado Ênio Matos, da Delegacia de Homicídios da Capital, as mortes ocorreram durante confronto com a PM, o que supõe que os rapazes também teriam atirado. Duas pistolas 9 mm e munições foram apreendidas. A reportagem apurou que os policiais envolvidos na ocorrência pertencem ao Batalhão de Operações Especiais (Bope). Nos três primeiros meses do ano, as mortes em intervenções policiais, como esta que ocorreu na madrugada, cresceu 71,4% se comparado ao mesmo período do ano passado. Leia aqui o que dizem as autoridades de segurança sobre esse número. LEIA MAIS Intervenção policial antes de ação social é a estratégia adotada pelo Estado Moradores desconfiam da segurança pública e temem retomada de facções Radiografia da Vila União, uma comunidade esquecida pelo poder público Por que a violência diminuiu e as mortes em confronto continuam aumentando Quer receber notícias no WhatsApp? Clique aqui