O Corpo de Bombeiros localizou no início da tarde desta sexta-feira (16) o corpo da adolescente de 16 anos que foi sugada para dentro de um bueiro durante o temporal que atingiu Belo Horizonte, no estado de Minas Gerais, nesta quinta-feira (15).

Os restos do corpo (despojos) de Anna Luísa Fernandes de Paiva Maria estavam às margens do Córrego Vilarinho. O local fica nas redondezas do encontro da Linha Verde com as avenidas Vilarinho e Cristiano Machado.

Arthur Henrique Ferreira, tenente dos bombeiros, explica que a operação de localização contou com a ajuda de um drone que sobrevoou a área, constatando que tratava-se de um morto.

"O corpo foi recolhido e a família fez o reconhecimento. Agora, ele será encaminhado ao IML [Instituto Médico Legal] para perícia".

Corpo estava às margens do Córrego Vilarinho | Reprodução / RecordTV Minas

Sugada

O acidente com a jovem aconteceu quando ela e o namorado passavam de carro pela avenida Álvaro Camargo, na região de Venda Nova. A via foi alagada pela chuva e o veículo ficou com uma roda presa no bueiro que teve a tampa levada pela água.

Carro do casal ficou com roda presa em bueiro | Divulgação / Corpo de Bombeiros

Testemunhas relataram que o casal desceu para tentar se abrigar em um local mais seguro. Neste momento, a Anna Luísa foi arrastada pela correnteza, sendo puxada para dentro da galeria.

A jovem de 16 anos caiu na galeria da Avenida Doutor Álvaro Camargos neste bueiro, que se abriu pela força da correnteza | Foto: Paulo Filgueiras/EM

Desespero dos pais

Pouco antes de o corpo de Anna ser encontrado, os pais da garota falaram à reportagem local:

"A nossa filha única, 16 anos, estudiosa, boa filha, obediente. Um tesouro nosso foi para água”, disse, chorando, Elias Fernandes Paiva, pai da jovem.

A mãe lembrou que tinha alertado a filha sobre o temporal.

“Ela disse que já estava voltando para casa e aí eu mandei a segunda mensagem falando que, mesmo que a chuva passasse, era para ela esperar um pouco porque, com certeza, as ruas estavam cheias de água. Mas aí ela não respondeu mais, já eram 7h45 [19h45]”, relembrou Anna Maria.

Galeria que passa sob as avenidas Doutor Álvaro Camargos e Vilarinho | Foto: Paulo Filgueiras/EM/D.A PRESS

Outras mortes

Durante a tempestade, também morreram mãe e filha, afogadas dentro de um Palio prata na Avenida Vilarinho, na Região de Venda Nova, em Belo Horizonte, que foi tomado por uma enxurrada nesta quinta-feira (15).

Cristina Pereira Matos, de 40 anos, e a menina Sofia Pereira, de 6,  estavam abraçadas e com um terço nas mãos, informou o Corpo de Bombeiros nesta sexta-feira (16).  A quarta vítima confirmada é o homem que foi encontrado morto na Ocupação Vitória, divisa da capital com Santa Luzia.

Carro em que estavam mãe e filha mortas durante temporal em BH ficou cheio de lama | Foto: Reprodução/GloboNews

*Com informações dos portais R7 e G1.

 

Quer receber as notícias no WhatsApp?