Resumo da notícia

  • Acusados também são acusados de roubar caixa eletrônico em Jaraguá do Sul
  • Os dois homens estão presos em Itajaí desde 2016
  • Eles atiraram nos policiais rodoviários federais durante uma fuga

Dois acusados de tentativa de homicídio contra três policiais rodoviários federais durante a fuga do roubo de um caixa eletrônico ocorrido em Três Barras estão sendo julgados nesta quinta-feira (21), em Itajaí. Eles também são acusados de roubar um caixa eletrônico em Jaraguá do Sul.

A denúncia foi feita pelo MPF (Ministério Público Federal) em Itajaí. Presos no Complexo Penitenciário Vale do Itajaí desde 2016, Eder de Souza, de 28 anos, e Gilmar Jorge Francescon, de 37 anos, estão sendo julgados por tentativa de homicídio, associação criminosa, roubo e explosão de caixa eletrônico, além de porte ilegal de arma de fogo.

Depois de explodirem um caixa eletrônico em Três Barras, Eder de Souza e Gilmar Francescon estavam fugindo em uma camionete Toro roubada quando se depararem com a fiscalização de rotina da Polícia Rodoviária Federal na altura de Navegantes.

Policiais rodoviários consideraram suspeita a atitude de fuga e passaram a persegui-los. Na perseguição os dois dispararam vários tiros contra a viatura da PRF a partir da camionete, colocando em risco a vida dos policiais.

Eles foram presos depois de perderem o controle e capotarem o veículo. No interior da camionete foram encontradas armas e munição, mochilas com roupas e dinheiro em dólares americanos e reais, US$ 279,00 e R$ 21.360,00.

Eder e Gilmar são acusados ainda de um roubo anterior a caixa eletrônico em Jaraguá do Sul no começo de setembro de 2016, roubo armado, adulteração de identificação de carros, sequestro relâmpago e falsificação de documentos.

Receba no seu WhatsApp somente notícias sobre Segurança Pública da região (Trânsito, Operações Policiais. etc...):

Telegram