Arno Cabral Filho, 44 anos, acusado do triplo homicídio de uma família no município de Alfredo Wagner ocorrido nesta sexta-feira (09) foi preso final da tarde entre os municípios de Bom Retiro e Alfredo Wagner.

O argentino Carlos Alberto Tuneu, 67 anos; a brasileira Loraci Mathes, 51 anos; e o filho do casal, Mateo Tuneu, de apenas oito anos, também brasileiro, foram mortos em sua residência em Alfredo Wagner.

Segundo informações preliminares, o motivo do assassinato teria sido uma dívida de R$ 20 mil que ele tinha com o homem assassinado.

De acordo com as informações da polícia, já havia um Boletim de Ocorrência de Arno contra Carlos Alberto por ameaça. Os dois já haviam discutido várias vezes por conta da dívida. Na quinta-feira (8), Arno diz que Carlos o ameaçou com uma arma.

Na sexta-feira, Arno foi na casa da família, teria discutido e matado Loreci, em seguida assassinato o filho do casal para não deixar testemunhas e, quando saía de casa encontrou Carlos Alberto. Ele teria matado o argentino a pauladas.

O delegado regional de Lages, Fabiano Schmitt, informou que o suspeito foi encaminhado para a Delegacia Regional de Lages.

Receba as notícias do OCP no WhatsApp: