Acusado de matar companheira com canivete na frente dos filhos vai a júri em Blumenau

Foto: TJSC/Divulgação

Por: Claudio Costa

20/03/2023 - 11:03 - Atualizada em: 20/03/2023 - 11:18

O homem acusado de desferir golpes de canivete na região do tórax, pescoço e ombro da companheira, de 29 anos, com quem mantinha união estável há sete anos, será julgado em sessão do Tribunal do Júri agendada para o dia 5 de abril, a partir das 9h, no Fórum Central da comarca de Blumenau.

O homicídio que comoveu a comunidade ocorreu na madrugada do dia 28 de novembro de 2021, na rua Theodoro Pasold, no bairro Fortaleza Alta.

Segundo a denúncia do MPSC (Ministério Público de Santa Catarina), o casal, acompanhado de dois filhos menores e da genitora da vítima, retornava de uma confraternização quando iniciou uma discussão dentro do carro da família.

Com o veículo ainda em movimento, ele teria aplicado um mata-leão na mulher que estava no banco do carona e em seguida desferido golpes de canivete, que causaram ferimentos graves e levaram a vítima a óbito. Depois do crime, o homem teria fugido do local à pé.

Preso preventivamente desde 1º de dezembro de 2021, o homem responderá pelo crime de homicídio qualificado, por motivo fútil, uso de recurso que dificultou a defesa da vítima e feminicídio, com o agravante do crime ter sido cometido na frente de ascendente e descendentes da vítima.

A sessão do Tribunal do Júri será presidida pelo juiz Eduardo Passold Reis, titular da 1º Vara Criminal da comarca de Blumenau. O MPSC arrolou cinco testemunhas para serem ouvidas em plenário e a Defensoria Pública, outras três;

Notícias no celular

Whatsapp

Claudio Costa

Jornalista pós-graduado em investigação criminal e psicologia forense e pós-graduando em perícia criminal.