Foto Divulgação  Um dos suspeitos de assassinar Denise da Silveira Vicente (foto), 37 anos, que seria moradora de São Francisco do Sul, e jogar o corpo na Estrada do Morro, em Araquari, no fim de semana, Mackson William Batista Cardoso (foto), 29 anos, cometeu mais um crime logo após ser solto da Delegacia de Jaraguá do Sul, na noite de domingo (21). Segundo informações do jornal Gazeta de Joinville, Mackson contratou um taxista para fazer uma corrida para São Francisco do Sul, cidade onde mora. SAIBA MAIS:  Casal drogado é preso em Jaraguá depois de assassinar uma mulher em Araquari https://www.youtube.com/watch?v=biFxhjpeBWA&feature=youtu.be Uma quadra antes de chegar na sua casa, o homem rendeu o taxista, que trabalha no ponto de táxi do Fórum de Jaraguá do Sul,  e levou todo o dinheiro do motorista. Ele só não levou o veículo porque era automático e o assaltante não conseguiu dar a partida para iniciar a fuga. A Polícia Militar foi chamada para atender à ocorrência de assalto. Mackson foi reconhecido por fotos, mas se embrenhou na mata e ainda não foi localizado pela PM. De acordo com as informações do jornal Gazeta de Joinville, na audiência de custódia que definiria a conversão do flagrante em prisão provisória ou em liberdade provisória, o juiz decidiu libertar o suspeito. Mackson e Monique Ariel Mader, 27 anos, vão responder em liberdade pelos crimes de receptação, homicídio e ocultação de cadáver. Assassinato  Denise da Silveira Vicente, encontrada morta no fim de semana. Foto: Divulgação Mackson e Monique Ariel Mader, 27, foram presos no início da tarde de sábado (20), no bairro Tifa Martins, em Jaraguá do Sul. A ocorrência inicialmente se referia a uma briga familiar, em que a própria mãe de Monique, uma mulher de 42 anos, havia chamado a polícia ao perceber que a filha havia chegado em casa muito alterada, discutindo com os moradores e falando que “assumiria tudo”. O casal usava uma Fiat Doblô, com placa de Araucária (PR), com registro de furto. O veículo teria sido furtado da mãe da vítima de assassinato, na quinta-feira (18). No veículo, foram encontradas peças de roupas também furtadas da loja da mãe da vítima. Abordado, Mackson tentou fugir, mas logo depois os suspeitos confessaram os furtos e o assassinato de Denise da Silveira Vicente, 37.  A dupla revelou que o corpo dela havia sido jogado em uma vala, às margens da Estrada Rio do Morro, em Araquari.