Durante o cumprimento de um mandado de busca e apreensão na tarde de quarta-feira (10), a Polícia Civil de Jaraguá do Sul, por meio do Setor de Investigações e Captura da Delegacia da Comarca, prendeu Deividi Bueno de Moares em flagrante. Ele é acusado de usar documento público falso para aplicar vários golpes na cidade.

Conforme a investigação policial, Deividi usava documentos falsificados com nome de "Deividi Bueno Morales, RG 68.899.099-5/SP e CPF 800.743.969-27'", com modificações sutis que o proporcionaram a abertura de cadastros de crediário no comércio local, contas bancárias, locação de imóveis, compras de produtos, dentre outras.

Ainda segundo a Polícia Civil, ele também tinha empresas com nome falso, como a "DBM Fabricação e Comércio de Confecções – CNPJ 25.310.601/0001-21", e/ou "JS Promotora de vendas", dificultando a cobrança das dívidas por parte das pessoas.

A Polícia Civil afirma que os crimes de estelionato são "casos de difícil solução, visto que os esforços criminosos buscam, além da obtenção de vantagem, estratégias ardilosas para manutenção do anonimato". Por isso, pede que as vítimas que tiveram prejuízos em decorrência das negociações com o falsário, procurem a delegacia e tragam documentos comprobatórios para o esclarecimento dos fatos.

Foto Polícia Civil/Divulgação

Foto Polícia Civil/Divulgação

Foto Polícia Civil/Divulgação

Leia mais:

PM recebe comunicação de dois furtos de veículos em menos de uma hora

Mulher de 46 anos é presa por furto em Corupá

 

Quer receber as notícias no WhatsApp?