A Divisão de Investigação Criminal da Polícia Civil em Laguna, com o auxílio da Polícia Rodoviária Federal, realizou a prisão da responsável pelo crime de latrocínio ocorrido no município de Laguna, no Bairro Magalhães, nas proximidades da "Rua da Balsa", no último domingo (8). Após a Polícia Civil receber a informação do aparecimento do corpo de João Pires de Souza, de 72 anos de idade, os agentes da divisão passaram a empreender diligências ininterruptas, ainda na noite de domingo e madrugada de segunda-feira (9). O objetivo foi angariar provas da participação da investigada no crime. Segundo a Polícia Civil, a vítima foi estrangulada. Também foram roubados R$ 115 e uma televisão. Com base nas investigações coordenadas pelo delegado Bruno Fernandes, foram pedidas ao Poder Judiciário algumas medidas cautelares, que foram cumpridas na manhã desta terça-feira (10). Realizado o cumprimento de mandado de busca e apreensão no município de Palhoça, e tendo-se, naquela cidade, a informação de que a autora já estava em fuga para o Estado do Rio de Janeiro, a equipe da Divisão passou a monitorar o ônibus em que se escondia a investigada, oportunidade em que foi solicitado apoio à Polícia Rodoviária Federal para a abordagem do mesmo, nas proximidades do posto policial de Barra Velha. Realizado o cumprimento da prisão da autora, ela confessou que iria fugir para o Rio de Janeiro, confirmando, com riqueza de detalhes como teria cometido o crime. Ela foi conduzida até a DIC de Laguna e, posteriormente, ao Presídio Feminino de Tubarão. Todas as demais diligências serão finalizadas no prazo de 30 dias, oportunidade em que será representado pela prisão preventiva da investigada, com base na necessidade de aplicação da lei penal.