Os acidentes entre carro e moto continuam a ser principal alvo de atendimento do Corpo de Bombeiros Voluntários de Joinville.

A corporação atendeu, somente em 2018, 1.228 ocorrências desta natureza. Segundo o comandante Carlos Kelm, o principal motivo deste tipo de acidente está na imprudência no trânsito.

"Vivemos em uma cidade onde o número de ruas permanece o mesmo mas todos os dias se emplacam veículos novos. A conta não fecha. São mais motoristas na rua e, consequentemente, mais acidentes", explica.

Como consequência, o Atendimento Pré-Hospitalar - que visa estabilizar as condições de saúde da vítima de acidente até a chegada ao hospital - realizado pelos Bombeiros também aumentou.

Foram 4.380 ocorrências atendidas em 2018, representando um total de 62,6% de todos os atendimentos feitos pela corporação.

Na sequência, as Chamadas Extraordinárias entram em segundo lugar no ranking de atendimento. Dentro delas se incluem tirar gato de árvore, resgatar animais dentro da casa das pessoas, atendimento a alagamento, busca de pessoas perdidas e tudo que não está incluso no atendimento pré-hospitalar.

Em 2018 somaram-se 1.902 atendimentos, representando 27,2% do total de ocorrências.

Em terceiro e último lugar estão as chamadas de incêndio. Com uma média de 2 atendimentos de incêndios por dia, a Corporação vê em incêndios residenciais o maior foco de atendimento. Em 2018 foram 707 ocorrências, representando 10,1% dos atendimentos.

Independente do chamado, a corporação alerta para o cuidado, seja no trânsito ou seja dentro de casa.

"Todo cuidado é necessário, tanto na hora de dirigir quanto no momento de verificar se a mangueira do gás está vencida na sua casa. Cada detalhe pode evitar uma tragédia. Todo cuidado é necessário", reitera Kelm.

Receba no seu WhatsApp somente notícias sobre Segurança Pública da região (Trânsito, Operações Policiais. etc...):

Telegram