Homem foi preso na Praia do Santinho | Foto Divulgação
Homem foi preso na Praia do Santinho | Foto Divulgação

A Polícia Civil de Palhoça, com apoio da Polícia Militar, cumpriu na manhã desta quinta-feira (14) mandados de busca e apreensão, internação e de prisão contra criminosos que participaram de ataques às residências de policiais militares moradores em Palhoça. Foram apreendidos dois adolescentes e presos três adultos com envolvimento no crime.

Também foram apreendidos diversos celulares e cartas com referência à uma facção criminosa. Ainda estão foragidos três adultos e um adolescente. As investigações continuam e eles podem ser capturados nos próximos dias.

Os ataques aconteceram no 2° semestre de 2018 e foram motivados em represália às mortes em confronto policial de pessoas ligadas à organização criminosa. Três residências foram alvos dos ataques em um intervalo de dois dias.

Na manhã de hoje a operação foi deflagrada após levantamento realizado pelo setor de inteligência. Foi esclarecida a autoria dos crimes, definindo quem ordenou os ataques, quem orquestrou e quem executou. Além disso há prova da materialidade com o laudo de confrontação balística da arma apreendida no inquérito.

Os indiciados vão responder por crimes de tentativa de homicídio qualificado, participação em organização criminosa e disparos de arma de fogo.

Para o cumprimento dos respectivos mandados, além de todas as Unidades Policiais desta Comarca, prestaram apoio a Delegacia de Santo Amaro da Imperatriz, Divisão de Investigação Criminal (DIC) de São José, Diretoria de Polícia da Grande Florianópolis (DPGF) e também a Polícia Militar de Palhoça.

Quer receber as notícias no WhatsApp?