As Polícias Civil e Militar de Santa Catarina, na manhã desta quarta-feira (13), deflagraram a segunda fase da operação “C4” e deram cumprimento a mais um mandado de busca e apreensão e um mandado de prisão temporária. A operação foi desencadeada, na manhã desta sexta-feira, pela Divisão de Investigação Criminal de Tubarão (DIC/PCSC) e pela Polícia Militar.

 

Pelo menos seis assaltos a estabelecimentos comerciais ocorreram no último mês de Setembro na cidade de Tubarão e desde então a DIC de Tubarão e policiais militares vinham angariando informações a fim de identificar os autores.

 

Um inquérito policial foi instaurado pela Polícia Civil de Santa Catarina e, após a colheita de provas, identificou-se dois dos suspeitos como sendo JCS, de 21 anos, e CECS, de 28 anos, os quais restaram presos na primeira fase da operação que ocorreu na semana passada.

 

Após a operação, novas diligências foram realizadas e por meio delas foi possível identificar o indivíduo que durante os assaltos empunhava a arma de fogo e efetivamente ameaçava e agredia as vítimas como sendo LSM, de 23 anos.

 

O Delegado que preside as investigações representou pela prisão temporária desse indivíduo e pela expedição de busca e apreensão em sua casa, pleitos que foram deferidos pelo Juízo da 2 Vara Criminal da Comarca de Tubarão.

 

De posse dos mandados de prisão e busca e apreensão, na manhã de ontem, deflagrou-se a citada operação e logrou-se em efetuar a prisão desse terceiro indivíduo. Durante as buscas, os policiais apreenderam elementos importantes para a investigação.

 

O suspeito foi conduzido à sede da DIC de Tubarão e posteriormente encaminhados ao Presídio Regional de Tubarão.

 

Cerca de 10 policiais civis e militares atuaram na operação.