A Polícia Civil deflagrou, na manhã de sexta-feira (29), a operação Rescaldo em Campos Novos, na região Serrana de Santa Catarina. Aproximadamente 100 policiais civis realizaram o cumprimento de 19 mandados de prisão e 14 mandados de busca e apreensão. Foram presas, 16 pessoas durante a ação. De acordo com a Polícia Civil, entre os presos há um ex-suplente de vereador e ex-diretor da secretaria de Esportes e Cultura de Campos Novos. O ex-diretor, além de traficar drogas, também tinha como função recolher as contribuições mensais dos integrantes da facção criminosa, que depois eram enviadas ao caixa geral da organização. Os alvos da operação estavam sendo investigados há quatro meses. Os policiais civis colheram nesse período um farto conjunto de provas a respeito do envolvimento nos crimes de tráfico de drogas, associação ao tráfico e participação em uma organização criminosa responsável pela última onda de atentados ocorridos em Santa Catarina. “A aludida operação é resultado de uma investigação que identificou um grupo criminoso composto por 30 pessoas, dentre as quais, seis são adolescentes, cinco foram presos no curso do trabalho investigativo e outras 19 pessoas que estão sendo presas na operação”, explica o delegado Adriano Almeida. Foto: Polícia Civil/Divulgação