Na manhã desta terça-feira, 07, o 9° Batalhão de Polícia Militar (9º BPM), que abrange os municípios de Criciúma, Forquilhinha, Siderópolis, Nova Veneza, e Treviso, comandado pelo tenente-coronel Cristian Dimitri Andrade, divulgou o balanço da produtividade e faz um retrospecto positivo do primeiro semestre de 2020.

No aspecto da "prevenção", o 9º BPM é considerado uma das Unidades da Polícia Militar de Santa Catarina que mais realiza visitas preventivas dentre todos os Batalhões do Estado, fato este a ser enaltecido, pelos excelentes números apresentados pelos seus policiais militares. Somente em 2020, até o dia 30 de junho, foram realizadas 5.721 visitas preventivas em estabelecimentos comerciais, 478 em escolas, 260 em residências e condomínios, 487 visitas preventivas no Programa Rede Catarina de Proteção à Mulher. Tendo o 9º BPM, atualmente, cerca de 59 mulheres sendo atendidas com medidas protetivas de urgência, expedidas pelo Poder Judiciário.

Na Rede de Vizinhos, o 9º Batalhão conta com, atualmente, cerca de 184 células em Criciúma, com um acréscimo de 46 redes, comparado ao ano de 2019. São 21 redes de Vizinhos em Forquilhinha, 17 em Siderópolis, 16 em Nova Veneza, 8 em Treviso, congregando mais de 15.693 pessoas nesta “Rede do Bem” e na parceria com a Polícia Militar. Criciúma conta com 7 Conselhos Comunitários de Segurança (CONSEG’s), sendo eles localizados nos setores do Centro, Mina do Mato, Próspera, São Luiz, Quarta Linha, Santa Luzia e no Distrito do Rio Maina. Também existe CONSEGs nas cidades de Siderópolis, Nova Veneza e Treviso.

No aspecto repreensão qualificada, o 9º Batalhão de Polícia Militar realizou a prisão de 1.808 pessoas em conflito com a lei, entre adultos detidos e adolescentes apreendidos. Foram recuperados 154 veículos furtados, 45 armas de fogo foram retiradas de circulação, além de 837 munições de diversos calibres foram apreendidas.

No período de 1° de janeiro a 30 de junho, foram apreendidas 109 kg de maconha, 19 kg de cocaína, 3 kg de crack, 1,5 kg de Skank, 303 comprimidos Ecstasy/MDMA, além de 46 pés de maconha.
Somente neste ano, o 9º BPM realizou 3.578 fiscalizações preventivas devido a “Operação Covid-19”, desde o dia 18 de março, até dia 3 de julho. Comparado com os municípios de Joinville, Florianópolis e Blumenau, Criciúma é a cidade do Estado com o maior número de ações, voltadas para fiscalização em época de pandemia, tendo executado 1.664 fiscalizações (proporcional a taxa de 100 mil habitantes).

Divulgação

Conforme o comandante Dimitri, "os programas institucionais preventivos, realizados pelo 9º BPM, atingiram ótimos resultados, destacando-se a parceria com a comunidade através das Redes de Vizinhos, dos Conselhos Comunitários de Segurança e a Setorização do Policiamento Comunitário, sendo destaque na PMSC como um Batalhão que possui o DNA das boas práticas, aliado aos bons resultados atingidos na repressão qualificada".

“Todo este trabalho só é possível, pela dedicação diuturna da tropa, a qual é referência na Polícia Militar de Santa Catarina. Os resultados positivos, são o reflexo do trabalho de excelência que está sendo feito na área do Batalhão, em parceria com a comunidade as instituições”, finaliza o tenente-coronel Dimitri.