Uma ação conjunta entre a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e a Polícia Federal (PF) resultou na maior apreensão de maconha da história de Santa Catarina.

A droga estava em um caminhão Scania, com placas de Imaruí (SC), que foi abordado por volta das 6h desta sexta-feira (3), na BR-101 em Biguaçu, na Grande Florianópolis.

 

 

Conforme a PRF, a maconha estava escondida em maio a uma carga de milho. Ao todo, foram apreendidos 24.523 quilos do entorpecente.

Após a abordagem, o veículo foi levado até uma empresa alimentícia em São José, onde a maconha foi separada da carga de milho, em um trabalho que durou quase cinco horas.

Por meio de troca de informações entre as duas forças de segurança, foi possível identificar e localizar o veículo suspeito e fazer a abordagem na rodovia federal.

O motorista, um homem de 46 anos, disse que levaria a carga até o Sul de Santa Catarina. Ele foi conduzido até a sede da Polícia Federal em Florianópolis, para lavratura do auto de prisão em flagrante.

O investigado responderá pelo crime de tráfico de drogas (art. 33 da Lei n. 11.343/06), cuja pena vai de 5 a 15 anos de reclusão.

Essa foi a segunda mega-apreensão de maconha do ano em Santa Catarina. A primeira, envolvendo PRF, PF e PM, flagrou 24,2 toneladas escondidas em uma carga de soja dia 30 de junho, na BR-282.

A Polícia Rodoviária Federal e a Polícia Federal destacaram a importância da integração e cooperação entre as forças policiais no combate ao tráfico de drogas. O prejuízo financeiro ao crime organizado, com esta operação, está estimado em R$ 53 milhões.