O prefeito eleito de Piên, Loir Dreveck, 52 anos, não resistiu aos ferimentos e morreu na UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) do Hospital São José, em Jaraguá do Sul. A morte aconteceu por volta das 12h30 deste sábado (17) e foi confirmada por meio de nota no perfil do Facebook da mulher de Loir, Patricia Dreveck. “Foi uma multidão de pessoas amigas rezando pelo Loir e por todos nós da família. E agora é com o coração sangrando que informo que o meu Loir Dreveck, o nosso prefeito, já se encontra na presença de Jesus. Tenhamos muita força nestas próximas horas que vamos dar o nosso adeus a ele. Deus abençoe a todos vocês que rezaram e acreditaram. Deus decidiu levá-lo e a nós cabe aceitar e continuar em oração para que o esposo, pai, amigo, companheiro possa levar aos céus a sua alegria contagiante que todos nós tivemos o privilégio de conhecer. Shalom!” SAIBA MAIS: – Após ser baleado em atentado, prefeito eleito de Piên é transferido para Jaraguá do Sul – Prefeito eleito de Piên passa por cuidados médicos na UTI em Jaraguá do SulPrefeito eleito de Piên segue em coma na UTI em Jaraguá do Sul Loir estava internado em Jaraguá do Sul desde a quarta-feira (14). O carro em que ele estava foi alvejado com três tiros, dois deles atingiram a cabeça do político. Ele viajava em um carro da Prefeitura da cidade paranaense rumo a Santa Catarina, na PR-420. De acordo com informações do jornal A Gazeta, um motociclista se aproximou do veículo e efetuou os disparos. O veículo era dirigido por um funcionário da Prefeitura. Após o crime, ele seguiu no sentido de São Bento do Sul. O prefeito eleito foi levado para o Hospital e Maternidade Sagrada Família, onde foi internado. Lá, ele recebeu os primeiros cuidados após o atentado. Dreveck foi transferido para Jaraguá do Sul pela USA (Unidade de Suporte Avançado) do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência). No Hospital São José, ele passou por diversos procedimentos.