Faltando pouco mais de duas semanas para o primeiro turno, o 14º BPM (Batalhão de Polícia Militar) já realiza ações no âmbito da Operação Eleições 2022. A maior operação desenvolvida pela Polícia Militar em Jaraguá do Sul e região se intensifica conforme chega o dia do pleito.

O comandante do 14º Batalhão, tenente-coronel Valdeci Oliveira da Silva, explica que a operação começou com uma reunião no dia 24 de agosto. O comando discutiu com chefes de cartórios, juízes e promotores eleitorais a participação da PM durante a campanha eleitoral e no dia da votação para os cargos de presidente, governador, senador, deputados federal e estadual.

“Discutimos a atuação da PM no cumprimento da Lei Eleitoral e da portaria conjunta com regras para as zonas eleitorais de Jaraguá do Sul, Guaramirim, Corupá, Schroeder e Massaranduba. Neste momento, a Polícia Militar atua na fiscalização junto com os cartórios eleitorais. Como a PM está nas ruas da cidade, ao verificar uma campanha política irregular, que esteja infringindo a portaria que prevê os critérios e medidas autorizadas, os policiais militares vão atuar imediatamente. Eles vão realizar os trâmites, como o termo circunstanciado e o encaminhamento ao cartório eleitoral”, destaca Valdeci.

Outro foco da PM durante a campanha é o atendimento por meio do número de emergência 190. O Copom (Centro de Operações da Polícia Militar) dá orientações para a população sobre denúncias. O PMs que atuam na central estão aptos a apontar qual canal a pessoa deve procurar para apontar irregularidades.

Dia da votação

Com a chegada dos dias que antecedem a votação, a atuação da Polícia Militar na Operação Eleições 2022 aumenta. Todo o efetivo do 14º BPM será empregado no trabalho de segurança da votação.

“Os policiais militares vão realizar a guarda do transporte e do local de armazenamento das urnas, além da segurança de todos os locais de votação. Para o dia do pleito, nós temos o planejamento de atuar com 100% dos policiais aptos e disponíveis. Essa é a maior operação da Polícia Militar, pois utiliza todo o efetivo”, ressalta.

O comandante explica que a região tem três zonas eleitorais com 455 locais de votação. Segundo o oficial, são muitos locais a serem segurados durante o dia do pleito, mas há um planejamento para setorizar a atuação das guarnições. Cada um desses setores vai ser atendido por uma guarnição da Polícia Militar.

“Em todas as eleições, há um grande número de ocorrências de propaganda irregular, veículos com o intuito de fazer propaganda, que normalmente são guinchados quando o condutor não é localizado. Também há muitos flagrantes de boca de urna. Para os crimes eleitorais de menor potencial ofensivo, a Polícia Militar vai lavrar termos circunstanciados. Vamos atuar com muito rigor para que tudo ocorra dentro da normalidade. É uma eleição polarizada, mas tranquila comparada a eleições municipais, com ânimos mais acirrados”, finaliza.

Receba no seu WhatsApp somente notícias sobre segurança pública da região (acidentes de trânsito , ações policiais):

Whatsapp

Grupo OCP Segurança

Telegram

OCP Segurança