VÍDEO: Mourão diz que ‘estatística é igual a biquíni’ em debate sobre saída de presos

Foto: Reprodução/TV Senado

Por: OCP News Joinville

06/02/2024 - 17:02 - Atualizada em: 06/02/2024 - 17:42

A Comissão de Segurança Pública (CSP) do Senado Federal aprovou, na última terça-feira (6), o projeto de lei que acaba com o benefício da saída temporária para presos condenados.

Durante o debate, o senador Jorge Kajuru pontuou que, conforme uma pesquisa, no último Natal, o número de presos que não voltaram e cometeram crimes seria inferior a 5%.

O senador Sergio Moro lembrou que, a cada ano, há quatro ou cinco “saidinhas” e que, portanto, anualmente, de cada 100 presos, 25% não retornariam.

Ele ainda ressaltou que a estatística varia de estado para estado. “No Paraná, foi 14% [o percentual de presos que não voltaram] no Natal de 2023″, disse.

No fim da fala de Moro, Hamilton Mourão pediu a vez e disparou: “Estatística é igual biquíni: mostra tudo, mas esconde o essencial”.

A discussão sobre o fim das saidinhas ganhou ainda mais força no início deste ano, com a morte do policial militar Roger Dias da Cunha.

No dia 5 de janeiro, ele foi baleado na cabeça após abordar uma dupla suspeita de furtar uma moto em Belo Horizonte.

Um dos suspeitos – e autor do disparo – era um preso que havia sido beneficiado pela ‘saidinha de Natal’ e deveria ter retornado ao presídio no dia 23 de dezembro.