Em sessão plenária da Assembleia Legislativa de SC, na terça-feira (10), o deputado estadual Vicente Caropreso (PSDB) destacou a inauguração do Centro de Educação Profissional (Cedup), na segunda-feira (9) em Guaramirim, e a demora para a entrega do espaço que levou nove anos.

O parlamentar cobrou o endurecimento da lei de licitações para coibir empresas sem qualificação e assim a demora na entrega de obras importantes no Estado.

“É uma barbaridade inaceitável que uma escola leve nove anos para ser concluída. É urgente rever as penalidades para empresas que deixam obras pela metade”, afirmou o Caropreso.

A obra, iniciada em 2011, foi entregue à comunidade na tarde de segunda-feira (9), com a participação da governadora interina, Daniela Reinehr (sem partido). Caropreso conclamou os deputados a se debruçarem sobre a situação para buscar formas de proteger os recursos públicos, dificultando que empresas sem capacidade participem de licitações.

Conforme o deputado, sete empresas chegaram a assumir a obra e desistiram. A escola, que será o primeiro centro de educação da rede estadual com curso profissionalizante para os alunos de ensino médio e também para a população da região do Vale do Itapocu, custou R$ 10 milhões, sendo que mais R$ 1,5 milhão foi alocado pelo Estado para recuperar danos causados por vandalismo e roubos devido à paralisação das obras.

“Tivemos que enfrentar um lastro de dificuldades. É dinheiro público jogado fora. Empresários que não têm condições participam de licitações, deixam as obras no meio do caminho e saem ilesos da situação. Convoco a todos os deputados a buscar formas de estancar isso. É inacreditável que isso ainda aconteça, a legislação tem que ser apertada para coibir esse tipo de atitude que causa graves prejuízos para a toda a sociedade.”

 

*Com informações da Assessoria de Comunicação do deputado Vicente Caropreso

 

Telegram Jaraguá do Sul