Os cervejeiros artesanais de Joinville vão precisar de um pouco mais de paciência para verem seu negócios regularizados do ponto de vista da localização. É que os vereadores da Comissão de Legislação da Câmara rejeitaram nesta semana emenda do vereador Rodrigo Coelho (PSB), ao Projeto de Lei Complementar nº 123/2017, de autoria do prefeito Udo Döhler, do MDB, que faz uma série de correções e atualizações na Lei de Ordenamento Territorial, a LOT. A emenda beneficiaria os empresários deste segmento. Quer receber as notícias do Jornal de Joinville no WhatsApp? Clique aqui Rodrigo Coelho queria que a LOT passasse a permitir a instalação de pequenas cervejarias artesanais em qualquer local da cidade, a exemplo do que já ocorre com padarias e pequenas confecções. Hoje, este tipo de estabelecimento somente pode ser considerado regular, do ponto de vista da localização, se instalado na zona industrial. O argumento do vereador era o de que as cervejarias artesanais não causam impactos sociais e ambientais, porque, normalmente, os volumes produzidos são pequenos, a produção não gera barulhos e não há rejeitos químicos. Técnicos da Prefeitura presentes à reunião da Comissão de Legislação disseram que, nos próximos meses, a Prefeitura deve mandar para a Câmara um novo projeto de lei complementar para fazer mais ajustes na LOT. A expectativa é que as atividades de pouco ou nenhum impacto social ou ambiental tenham menos restrições quanto à localização e zoneamento na futura revisão. Por causa dessa possibilidade, o vereador Maurício Peixer (PR) relator da emenda de Rodrigo Coelho, emitiu parecer contrário à proposta. Peixer considera mais prudente e justo resolver todos os casos de uma só vez, com um texto que já virá acordado do Poder Executivo, a fazer reparos individualizados, o que poderia gerar desgaste com outros segmentos econômicos em situação parecida. *Com informações do Departamento de Jornalismo da Câmara de Vereadores de Joinville