A Câmara de Vereadores de Florianópolis rejeitou o projeto de lei que daria ao cantor e compositor Gilberto Gil o título de cidadão honorário. Em primeiro votação, a proposição foi aprovada com 13 votos a favor. No segundo pleito, nove se posicionaram pela honraria. Como são necessários 12 votos, o projeto foi arquivo.

O que provocou a mudança de posição foi a pressão nas redes sociais. Os críticos ao projeto alegaram o fato do artista não ser da Capital além da detenção dele na cidade, em 1976, por porte de maconha.

Os vereadores Afrânio Boppré (PSOL) e Roberto Katumi (PSD) autores do projeto, se basearam no currículo do artista para o projeto. Na justificativa, eles citam que o título é concedido a pessoas não nascidas em Florianópolis, mas reconhecidas pelo serviço prestado à Capital catarinense, ao Estado, ao Brasil e à Humanidade.

Além da trajetória internacional, Gilberto Gil foi vencedor prêmios como o Grammy, nomeado Artista da Paz pela Organização das Nações Unidas (ONU), além de ministro da Cultura.

Em 1976, o cantor foi preso em Florianópolis por porte de maconha, quando se apresentava ao lado de Caetano Veloso, Maria Bethania e Gal Costa no show Os Doces Bárbaros.

Quem votou

Os vereadores Dalmo Menezes (DEM) e Gabrielzinho (Podemos), votaram sim para a aprovação da honraria, mas na segunda, votaram contra a homenagem. Já Gui Pereira (PSC), Pedrão (PL) e Marquito (Psol) estiveram ausentes. O vereador Edinho Lemos (PSDB) votou a favor, mas na semana passada esteve ausente.

1ª votação (1/12)

Sim (13 votos) - Afrânio Boppré, Dalmo Meneses, Dinho, Erádio, Fabo Braga, Gabrielzinho, Gui Pereira, Marquito, Miltinho, Pedrão, Lino Peres, Renato da Farmácia, Lela;

Não (3 votos) - Fabricio Correia, João da Bega e Rafael Daux;

Abstenções (3) - Maikon Costa, Marcelo da Intendência e Maria da Graça

Ausentes (4) - Celso Sandrini, Claudinei Marques, Edinho Lemos e Roberto Katumi

 

 

2ª votação (7/12)

Sim (9 votos) - Afrânio Boppré, Dinho, Edinho Lemos, Fabio Braga, Miltinho, Lino Peres, Renato da Farmácia, Roberto Katumi e Lela

Não (8 votos) - Claudinei Marques, Dalmo Meneses, Erádio, Fabricio Correia, Gabrielzinho, João da Bega, Maikon Costa, Rafael Daux

Abstenções (2) - Marcelo da Intendência e Maria da Graça

Ausentes (4) - Celso Sandrini, Gui Pereira, Marquito e Pedrão

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp