A vereadora Nina Santin Camello (Progressistas) fez uma indicação ao Executivo, na sessão desta terça-feira (6), sugerindo a criação do Selo da Agricultura Familiar em Jaraguá do Sul. A ideia da parlamentar é que ele seja utilizado para identificar os produtos com origem em propriedades que são administradas por famílias jaraguaenses e que, normalmente, são pequenas e utilizam mão de obra do próprio núcleo familiar.

Para Nina, esta é uma forma de valorizar o trabalho mais artesanal e incentivar o consumo dos alimentos que são produzidos no município.

“Através desse mecanismo de identificação do produto para comercialização local e controle da qualidade dos produtos fabricados, iremos apoiar a agricultura familiar de Jaraguá do Sul. Assim como as demais atividades econômicas, a agricultura familiar deve ser valorizada perante os consumidores e o público em geral”, explica.

A vereadora acredita que a adoção deste selo pode, inclusive, facilitar a obtenção de outros certificados estaduais e nacionais.

Ela levou à tribuna do Legislativo informações da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) que apontam que a utilização de selos é um importante diferencial para a valorização da produção de pequenos e médios empreendimentos rurais, podendo incrementar a percepção de valor nos consumidores, elevando a confiança nos produtos, e ser estratégia de valorização para a exportação.