A Câmara Municipal de Florianópolis arquivou na tarde desta quinta-feira (21) o processo de cassação do vereador Maikon Costa (PSDB) por quebra de decoro parlamentar. Em plenário foram 13 votos a favor da perda do mandato, cinco contrários e três abstenções. Para o afastamento eram necessários 16 votos a favor do parecer da comissão processante.

Maikon foi denunciado por quebra de decoro após entrevista a uma rádio de Florianópolis onde afirmou que a Casa legislativa se parecia com um prostíbulo.

Indignado, um servidor da Câmara apresentou a denúncia. Uma comissão processante foi instaurada e apresentou relatório final pela cassação do mandato do vereador

Veja como cada um votou

  • Votaram pela cassação: Claudinei Marques (Republicanos), Dalmo Meneses (PSD), Dinho (MDB), Erádio (PL), Fábio Braga (PTB), Fabrício Correia (PSB), Gabrielzinho (PSB), Gui Pereira (MDB), Guilherme Botelho (PSDB), Marcelo de Intendência (Progressistas), Maria da Graça (MDB), Miltinho Barcelos (DEM) e Roberto Katumi (PSD).
  • Votaram contra a cassação: Celso Sandrini (MDB), João Luiz da Silveira (PSC), Pedrão (Progressistas), Rafael Daux (MDB) e Lela (PDT).
  • Abstenção: Afrânio Boppré (PSOL), Marquito (PSOL) e Lino Peres (PT).
  • Ausente: Renato Geske (PL).

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram

Facebook Messenger