‘Venho me preparando para ser governador. Já fui senador, vice-governador, secretário de governo, e acho que agora estou pronto para o cargo”, afirma o senador Paulo Bauer (PSDB), confirmando que é pré-candidato a governador de Santa Catarina nestas eleições.
A base sólida do partido no estado, em sua avaliação, é um dos pontos favoráveis para a corrida.  “O PSDB se tornou um partido muito grande e de muita expressão política em Santa Catarina. Temos 40 prefeitos, 36 vice-prefeitos, cinco deputados estaduais, dois deputados federais e dois senadores. Além disso, são 350 vereadores do PSDB em Santa Catarina e temos mais de 105 mil filiados. Penso que é possível sim montar uma boa equipe com propostas de fazermos uma Santa Catarina melhor”, afirma o tucano.
O político já concorreu ao governo de Santa Catarina em 2014. Naquela ocasião somou 30% dos votos dos catarinenses. “Está na hora do Litoral Norte e Planalto Norte terem mais representatividade no governo estadual, a exemplo do que ocorreu nos mandatos de Luiz Henrique da Silveira e Pedro Ivo Campos. Sou eleitor em Joinville, tenho muitos vínculos familiares em Joinville e Jaraguá do Sul. Em 2014, quando concorri a governador, recebi 49% dos votos dos joinvilenses, 72% dos jaraguaenses e 67% dos votos dos moradores de São Bento do Sul”, lembra o senador.
Para Bauer, é possível convocar o Norte do estado para fazer um grande mutirão eleitoral a favor de uma candidatura da região. “Nossa região precisa e merece ter uma atenção diferenciada. Uma atenção carinhosa, já que contribui muito com impostos e geração de trabalho para o estado e tem recebido bem menos atenção do que oferece de contribuição”, completa.
A respeito da futura candidatura, o senador destaca o bom trânsito que tem com os demais partidos, e que isso deve somar para uma coligação forte. “Nós, do PSDB, já conversamos com o MDB, PSD, PSB e com o PP. Tenho dialogado com todos os partidos e, com o tempo, vamos avaliar as possibilidades e pretensões políticas de cada um, para então montarmos nossa chapa. Eu não tenho nenhuma preferência a mais ou a menos, por este ou aquele partido. Apenas digo que aceito fazer coligação com partidos que tenham o propósito de fazer mais e melhor para Santa Catarina”, finaliza o parlamentar.
Com vários nomes, PSDB não descarta chapa pura, diz presidente
O presidente do PSDB em Santa Catarina, deputado estadual Marcos Vieira, afirma que o nome preferencial dentro do partido para o governo do estado é o do senador Paulo Bauer. No entanto, Vieira destaca que a legenda conta ainda com outros bons nomes para a disputa, como o do prefeito de Blumenau, Napoleão Bernardes, e também do secretário de Estado de Turismo, Cultura e Esporte, Leonel Pavan.
Diante da disponibilidade de lideranças, o presidente afirma que uma candidatura chapa pura não está descartada. “E não é blefe, blefe é quando você diz que sairá de chapa pura, mas não tem nomes, nós temos nomes”, enfatiza o parlamentar.
Sobre ter candidato a governador, Vieira é ainda mais enfático quando relembra a trajetória do partido no estado nos últimos anos que caminhou para o principal projeto da legenda em SC, que é o de ter candidato cabeça de chapa no pleito de 2018, objetivo do qual o PSDB não quer abrir mão. “Estamos cumprindo todas as etapas para alcançar o objetivo”, afirma o deputado.