Dos 16 deputados federais da bancada catarinense na Câmara, 15 assinaram o pedido de abertura de Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar suposto abuso de autoridade de ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Entre eles estão os deputados de Jaraguá do Sul Carlos Chiodini (MDB) e Fábio Schiochet (União). Da bancada catarinense, apenas o deputado federal Pedro Uczai (PT) não aparece na lista dos favoráveis.

Um requerimento para a abertura da Comissão foi apresentado na terça-feira (22) pelo deputado federal Marcel Van Hattem (Novo-RS). No documento, o parlamentar pede que a comissão seja composta por 27 membros e tenha o prazo de 120 dias para efetuar as investigações.

Em seu requerimento, ele cita casos recentes, como a ordem de busca e apreensão do ministro Alexandre de Moraes contra empresários, o bloqueio das contas de empresas que participaram das manifestações e a ordem de censura contra o economista Marcos Cintra e veículos de comunicação, incluindo a Gazeta do Povo e a Rádio Joven Pan.

“Diante disso, protocolei pedido de abertura de CPI para investigar o abuso de autoridade praticado pelo STF e pelo TSE. Agora, precisamos do apoio dos demais parlamentares interessados em defender a democracia, a liberdade e o Estado de Direito no Brasil”, declarou o deputado.

Até esta tarde, já foram obtidas 127 assinaturas, das 171 necessárias para que a CPI seja instalada.

Confira quem são os deputados federais que já assinaram o requerimento de abertura da CPI nas tabelas abaixo:

Fotos: Divulgação