O orçamento da Prefeitura de Jaraguá do Sul destina à Secretaria de Educação cerca de R$ 178 milhões para este ano. Deste montante, que é o segundo maior entre as pastas do Município, R$ 20 milhões serão aplicados em investimentos. O restante já está comprometido com pagamento de professores, servidores, merenda, transporte escolar e outros gastos fixos do setor.

Conforme afirma a secretária municipal de Educação Ivana Atanásio Dias, as maiores prioridades de 2020 serão as estruturas das unidades escolares e a formação de professores.

Seis locais, entre escolas e centros de educação infantil, estão com obras de melhorias planejadas. São eles: Estanislau Ayroso, Max Schubert, Anna Töwe Nagel, Rodolfo Hufenuessler, Ribeirão Cavalo e a Dente de Leite, que terá o nome Rita de Cássia.

Outras três novas unidades devem ser construídas: um centro de educação no bairro Três Rios do Norte, no João Pessoa (junto à escola Machado de Assis) e na Ilha da Figueira. Segundo Ivana, o projeto de reforma da unidade infantil Rodolfo Hufenuessler, no bairro Boa Vista, está pronto e a licitação deve ser encaminhada nesta semana.

A obra deve ser rápida e assim que for finalizada, alunos poderão ser matriculados. Ivana destaca que a reforma na escola Ribeirão Cavalo também será imediata.

No caso do prédio da antiga escola Dente de Leite, no bairro Czerniewicz, o projeto de reforma e ampliação do local está sendo finalizado.

Foto Arquivo OCP News

De acordo com a secretária, os trabalhos na estrutura devem ser mais demorados porque a construção é antiga e não atende algumas normas da legislação atual, como questões de acessibilidade e tamanho das salas de aula.

Por causa da alta demanda, a Secretaria está em busca de um terreno na Ilha da Figueira para levantar mais um centro de educação infantil neste ano. A grande procura também é motivo para construção de mais uma unidade no bairro João Pessoa.

"O local que temos hoje é alugado e não suporta mais o número de alunos, são mais de 800. Pensamos em encaminhar a educação infantil e talvez séries iniciais para esta nova área, ainda vamos avaliar", explica.

Projetos ganham reforço de mais engenheiros

Para dar agilidade a estes projetos, a Educação conta agora com cinco engenheiros trabalhando exclusivamente para a Secretaria. "Pedi para fazerem um raio-x dos prédios e vermos o que é necessário fazer para garantir o conforto e segurança dos alunos. De outubro a dezembro do ano passado, foram R$ 400 mil apenas em pequenas reformas", aponta Ivana.

Sobre a compra de vagas na rede privada, a secretária de Educação observa que o edital continua aberto. Até o momento, apenas 35 foram adquiridas. "Há poucas vagas disponíveis, mas se mais forem ofertadas e a instituição atender as normas do Município, vamos comprar", enfatiza.

Segundo Ivana, Jaraguá do Sul tem atualmente 1500 crianças na fila de espera da educação infantil. A falta de vagas é para bebês e crianças de até 3 anos. Todos com idade a partir de 4 anos são atendidos de modo imediato, conforme lei.

"Esta fila é intermitente, entram e saem muitos alunos todos os anos. A cidade também recebe pessoas novas a todo momento e a demanda só cresce, por isso adotamos o zoneamento, para identificar quais bairros têm maior procura por vagas", comenta.

Formação de professores

"Na escola é importante ter acesso à tecnologia e às novidades, mas o fundamental é ter o olhar voltado para as pessoas que estão lá, principalmente os professores e alunos", salienta a secretária de Educação Ivana Dias. Por essa preocupação com a qualidade dos docentes e gestores, a qualificação profissional receberá um grande investimento neste ano.

Conforme Ivana, os gestores das unidades estão participando de um curso que se estende até o fim do ano e aborda todas as questões necessárias para uma uma administração das escolas e centros infantis.

Em relação aos professores, a rede municipal oferecerá uma formação por área de conhecimento, com assessoria interna e externa. Os profissionais de artes, por exemplo, terão um período de imersão na Scar. Há capacitações previstas para todo o ano de 2020.

Para os alunos, mais novidades estão sendo preparadas. Os projetos desenvolvidos pela Secretaria e que apresentam bons resultados, como o de robótica, continuam valendo neste ano.

"Estamos fechando ainda uma parceria com a Scar, para ela ir nas unidades escolares, e com o sistema Sesi/Senai, na área de empreendedorismo. Estamos nas tratativas", completa.

Atualmente, a rede municipal de Jaraguá tem 21.224 alunos, sendo 15.471 no ensino fundamental e 5.753 nos centros infantis. A secretaria possui 2008 servidores.

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul

Facebook Messenger