O emedebista e ex-prefeito de Joinville Udo Döhler inscreveu-se na sexta-feira (15) para a convenção do MDB de Santa Catarina.

O nome integra a majoritária como vice-governador em uma possível coligação. A convenção será no sábado (23), a partir das 9h, no Auditório Deputada Antonieta Barros, na Assembleia Legislativa de Santa Catarina, em Florianópolis.

"Sempre vou lutar pela pacificação e fortalecimento do MDB. Queremos um partido forte e unido para vencer as eleições. Cheguei no partido por Luiz Henrique da Silveira e vou honrar a bela história construída pelo maior partido de Santa Catarina”, disse o ex-prefeito de Joinville.

Para Döhler, não é suficiente o projeto de buscar a reeleição. “É preciso ganhar essa reeleição e o MDB reúne todas as condições para isso acontecer”.

Quem almeja concorrer a um cargo tem até às 9h do dia 21 para se inscrever. “Reitero que são os convencionais que vão decidir, o mais votado será homologado como vencedor para representar o partido nas eleições de 2022 em Santa Catarina. A convenção é soberana, estou seguindo as regras do estatuto e terão direito ao voto apenas convencionais”, destacou o presidente Edinho Bez.

Convenção estadual

O MDB realiza a convenção neste sábado, 23, das 9h às 15h, no Auditório Deputada Antonieta Barros, nas dependências da Assembleia Legislativa de Santa Catarina, em Florianópolis.

Têm direito ao voto os delegados municipais homologados na última convenção municipal; titulares do diretório estadual; deputados federais e estaduais.

Serão escolhidos os nomes para a eleição majoritária e proporcionais inscritos 48 horas antes da realização do evento que vai agregar 541 votos, divididos em 458 de delegados municipais titulares — na ausência deles os suplentes, outros 71 de membros titulares do diretório estadual, nove dos deputados estaduais e três dos deputados federais.