Os moradores do Litoral Norte de Santa Catarina que estavam ansiosos pela criação da região metropolitana de Joinville – medida que facilitaria ações de desenvolvimentos entre os municípios que margem a cidade – levaram um grande banho de água fria. Nesta quarta-feira (2), o governador Eduardo Pinho Moreira (MDB) retirou o projeto que tramitava na Alesc (Assembleia Legislativa de Santa Catarina). Segundo informações de pessoas ligadas ao governador, a medida foi tomada depois que prefeitos do Litoral Norte, especialmente o emedebista Udo Döhler, manifestaram a falta de diálogo durante a elaboração da matéria. A criação da região metropolitana é uma reivindicação antiga de boa parte os catarinenses que vivem no Litoral Norte. Com a medida, questões relacionadas à mobilidade urbana, transporte coletivo, e serviços de saneamento básico, por exemplo, seriam pensados de forma coletiva pelas cidades que integrariam a região. A proposta foi um dos últimos atos apresentados pelo ex-governador de Santa Catarina Raimundo Colombo (PSD), antes de ele renunciar ao cargo para disputar uma cadeira no Senado Federal no próximo pleito. O projeto de lei foi levado à Alesc, pelo correligionário deputado estadual Darci de Matos. O Jornal de Joinville procurou o deputado para falar sobre o caso nesta quinta-feira (3), mas ele não foi encontrado. Com a decisão do governador em barrar o projeto na Alesc, a audiência pública que discutiria o tema em Joinville, programada para as próxima semana, foi cancelada.