Dos onze vereadores de Jaraguá do Sul, nove não descartam buscar a reeleição no pleito municipal deste ano. O número só não é o total dos parlamentares porque Jair Pedri (PSD) é pré-candidato do partido para a cadeira de prefeito e José de Ávila (PSC), conhecido como Zé da Farmácia, está enquadrado na Lei da Ficha Limpa pela condenação em segunda instância por venda ilegal de medicamento, e fica impedido de concorrer. Até o momento, sete vereadores confirmaram as pré-candidaturas nas eleições deste ano. Dois ainda não bateram o martelo a respeito do assunto: Natália Petry (PMDB) e Jocimar de Lima (PSDC). Natália informou que seu nome está à disposição do partido, ficando a decisão de ir à disputa a cargo do PMDB. Já De Lima explicou que a candidatura vai depender da formação de aliança na disputa majoritária. O PSDC tem como pré-candidato a prefeito o radialista Junqueira Junior. Caso a sigla decida concorrer de chapa pura, De Lima disse que irá disputar à vereança para completar a nominata de vereadores. Mas se o partido decidir por uma composição, ficando o vice indicado por outra sigla, o vereador afirmou que irá fazer a coordenação da campanha eleitoral de Junqueira e, portanto, não poderá concorrer. Dos vereadores eleitos em 2008 que entraram em campanha em 2012, 50% conseguiram manter a cadeira no Legislativo. No total, foram quatro reeleitos: Natália Petry (PMDB), Eugênio Juraszek (PP), José de Ávila (PSC), e Ademar Winter (PSDB). Além destes parlamentares, outros quatro vereadores tentaram a reeleição, mas não conseguiram a vaga. Outros três não disputaram. Dos onze vereadores eleitos em 2004, oito tentaram a reeleição em 2008, mas apenas um conseguiu a vaga: Jaime Negherbon (PMDB), atual vice-prefeito de Jaraguá do Sul. A taxa de rejeição nas urnas aos parlamentares que tentaram se manter na Câmara foi 75%. pagina-5 pagina-51