Os servidores jaraguaenses, em greve desde o dia 6 deste mês, realizam manifestação às 13 horas desta quarta-feira (29), no Portal de Informações Turísticas da avenida Waldemar Grubba (em frente à Havan). Nesta manhã, eles realizam panfletagens nos bairros Amizade, Tifa Schubert, Tifa da Pólvora, Czerniewicz, Baependi e Vila Lalau, onde conversam com moradores em busca de apoio e solidariedade ao movimento que busca a manutenção de direitos da categoria. Nesta quinta-feira (30), os servidores retornam à Câmara de Vereadores para acompanhar a sessão. Para a sexta (31) está programada concentração às 9 horas, na praça Ângelo Piazera, seguida de passeata pelas ruas centrais da cidade a participação no Dia Nacional de Mobilização contra as Reformas Trabalhista e da Previdência e também contra a aprovação da terceirização sem limites pela Câmara dos Deputados, no dia 22 de março. No fim da tarde de terça (28), uma comissão de Associações de Pais e Professores das Escolas Municipais de Ensino Fundamental e Centros de Educação Infantil de Jaraguá do Sul reuniu-se com a diretoria do Sinsep, para buscar subsídios em relação à greve. Entregaram um ofício e receberam esclarecimentos sobre os motivos do movimento. "A greve continua forte, com mais de 70% da categoria paralisada", afirma o presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais (Sinsep), Luiz Cezar Schorner. Ele avalia como muito positivo o apelo que tem sido feito pelos servidores junto à população, em todos os bairros da cidade.   Fotos em anexo: Equipe do CAPS II realizou panfletagem no bairro Ilha da Figueira, na manhã de hoje; houve mobilização também no bairro João Pessoa.