O jornal britânico Financial Times elegeu Sergio Moro uma das 50 personalidades que marcaram a segunda década do século 21. A lista foi divulgada nesta terça-feira (24) e inclui políticos, empresários, atletas e ativistas.

De acordo com a publicação, o ex-juiz e atual ministro da Justiça "liderou uma investigação contra a corrupção que sacudiu o cenário político na América Latina".

 

 

As consequências da Operação Lava Jato, como a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o suicídio do ex-presidente peruano Alan García, que se matou com um tiro na cabeça ao receber ordem de prisão por escândalos que envolvem a Oderbrecht, foram citadas

A lista ainda inclui políticos como Barack Obama, Vladimir Putin e Angela Merkel. No mundo empresarial, o criador da Amazon, Jeff Bezos, é um dos nomes lembrados pelo jornal.

Cristiano Ronaldo e Messi -- os dois jogadores que dominaram o cenário futebolístico na década -- também estão na lista. A rivalidade entre os dois foi tida como uma peça fundamental para atrair novos fãs para o esporte, principalmente na Ásia.

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul

Facebook Messenger