A Polícia Militar montou um forte esquema de segurança para evitar confrontos e proteger os vereadores da base governista, horas antes do início da votação do Projeto de Lei 17.484/18, o Creche e Saúde Já, que autoriza a prefeitura de Florianópolis a contratar Organizações Sociais (OS) para fazer a gestão dos serviços de saúde e educação na Capital. O esquema começou com os vereadores da base se encontrando no Comando da Polícia Militar, localizado na Praça Getúlio Vargas, a poucos metros do prédio da Câmara. De lá, os carros pretos e com vidros escuros do Legislativo municipal seguiram, escoltando por motos da PM, na contramão pela Rua Visconde de Ouro Preto e Ilhéus, até acessarem a garagem da Câmara. Em frente ao portão da garagem uma fileira de policiais militares impediam a aproximação de pessoas. O esquema mostrou-se exagerado, pois até às 14 horas era muito pequeno o número de manifestantes.