As obras no km 34 da SC-108, em Guaramirim estão prestes a serem totalmente finalizadas. De acordo com a assessoria de imprensa da Defesa Civil de Santa Catarina, nesta quarta-feira (13) técnicos estarão no local para fazer a vistoria. "As estruturas foram todas concluídas, estamos apenas aguardando a colocação do guard-rail" informou a Defesa Civil do Estado.

Ainda na semana passada a empresa responsável fez os acabamentos das calhas e a limpeza no entorno da obra com a retirada dos materiais.

Com a conclusão da obra, o próximo passo é realocar as famílias que perderam as casas. A Prefeitura Municipal de Guaramirim, por meio da assessoria de imprensa, informou que de início 68 famílias ficaram desalojadas, mas num primeiro momento, nem todas atendiam os critérios para receber aluguel social. A Prefeitura de Guaramirim chegou a pagar aluguel social para 42 famílias.

Agora são 11 famílias que estão recebendo aluguel social na Vila Freitas, entre casas que foram totalmente destruídas no deslizamento e outras que estão na encosta (área de risco), e mais cinco no Morro do Schmidt (casas que estavam interditadas). As demais famílias que puderam, conforme liberação da Defesa Civil, retornaram para as suas casas quando as obras estavam em andamento.

"No Morro do Schmidt (parte de cima de onde ocorreu o deslizamento) em breve devem ser desinterditadas quatro casas, porém, por enquanto não há previsão de data" informou a assessoria.

Uma das moradoras que teve a casa destruída, Marileusa Sabrina do Nascimento de Borba, afirma que a casa ainda está interditada, e a família está "esperando a Prefeitura achar o terreno para fazer as casas da Defesa Civil". Segundo ela, mesmo que algumas pessoas possam voltar para as casas no local, a Prefeitura está dando a opção das casas modulares fornecidas pela Defesa Civil.

"Hoje para mim seria uma opção, porque minha casa está na área de risco. Apesar de eu não querer voltar a morar lá, pelo trauma, já que na chuva o barranco da parte de baixo da minha casa também está cedendo" ressalta Marileusa.

Ruas que foram usadas como desvio começam a ser revitalizadas

Uma das ruas que foram usadas como desvio durante as obras da SC-108 será revitalizada pela Prefeitura de Jaraguá do Sul. O trabalho na Rua Carlos Oechsler, no bairro Ilha da Figueira, irá começar nos próximos dias.

De acordo com o secretário de Obras e Serviços Públicos Otoniel da Silva, a ordem de serviço já foi dada à empresa vencedora da licitação, que fará a recuperação do trecho que foi bastante danificado.

A rua que liga Jaraguá do Sul a Guaramirim foi, por 13 meses, a ligação entre os dois trechos da rodovia estadual que desmoronou, em fevereiro de 2019. O prazo de entrega da obra é de 90 dias, sendo que os trabalhos serão executados pela empresa Paviplan Pavimentação Ltda., de Guaramirim, que venceu a licitação com um orçamento de R$ 588.428,52.

Na última semana as equipes já fizeram a remoção da camada asfáltica antiga, no trecho de 440 metros que passará por intervenção.

Camada asfáltica antiga da Rua Carlos Oechsler já foi removida. Foto: Divulgação

Já em Guaramirim, de acordo com a assessoria de imprensa, no próximo mês deve ocorrer a abertura da licitação da revitalização da Avenida Izidio Carlos Peixer que estava programada para ocorrer um pouco antes do deslizamento e teve que ser adiada.

 

Quer mais notícias do Coronavírus COVID-19 no seu celular?

Mais notícias você encontra na área especial sobre o tema:

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul