O Estado sancionou na sexta-feira (17), a lei do deputado Milton Hobus (PSD) que cria a Semana Estadual de Combate ao Bullying, que passa a ser realizada na terceira semana de setembro.

O objetivo é orientar familiares, professores, equipe pedagógica e alunos sobre a prática dessa agressão física e psicológica nas escolas estaduais de Santa Catarina.

Segundo o autor do projeto de lei, a semana também vai divulgar e promover o Programa de Combate ao Bullying, instituído em 2009 no Estado.

“Essa forma de violência interfere no processo de aprendizagem e no desenvolvimento do jovem, além de favorecer o surgimento de um clima escolar de medo e insegurança”, destaca Hobus.

Bullying nas escolas

Crianças debocham de menino
Levantamento coloca SC acima da média brasileira e da região Sul quando o assunto é bullying | Foto Ilustrativa/Uol

No Estado, segundo a Pesquisa Nacional de Saúde Escolar (PeNSE) 2016, do IBGE, 68,1% dos estudantes do 9º ano afirmaram que já foram humilhados por colegas.

O levantamento ouviu 3,6 mil jovens de 145 escolas públicas e privadas. SC ficou acima da média da região Sul (61,4%) e do país (61,1%).

Combate ao bullying

O projeto de lei apresentado pelo parlamentar é uma sugestão dos alunos da Escola de Educação Básica Aleixo Dellagiustina, de Ituporanga, que participaram do programa Parlamento Jovem Catarinense.

O grupo conheceu o trabalho dos deputados e entregou duas propostas de lei produzidas por eles com a ajuda da equipe do Legislativo.

Entenda o bullying

(Fonte: Ministério Público de SC)

  • O que é bullying? São atitudes agressivas praticadas de forma repetitiva com intuito de humilhar ou intimidar uma ou mais pessoas.
  • Quem faz bullying? Durante a vida escolar, os alunos podem viver alternância dos papéis, ora sofrendo, ora praticando bullying.
  • O que é cyberbullying? Veiculado principalmente na rede mundial de computadores (internet) e celulares, causa sofrimento incalculável, em virtude da velocidade com que a agressão se multiplica e, muitas vezes, por ser de origem anônima ou falsa.
  • Sinais de bullying na criança: Não tem vontade de ir para a escola. Apresenta baixo rendimento escolar. Volta da escola com roupas ou livros rasgados. Isola-se dos amigos e da família. Geralmente aparenta estar triste, deprimida, ansiosa ou aflita. Fica agressiva sem motivo aparente. Apresenta ideias negativas de si.

Com informações da Assessoria de Imprensa

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul

Facebook Messenger