Um rapaz de 22 anos foi preso neste domingo por colar o santinho de um candidato na urna onde votou.

De acordo com o portal Correio do Estado, Gabriel Scherer da Costa, de 22 anos, que foi preso em flagrante por colocar cola super bonder na urna eletrônica. Ele poderá pegar de 5 a 10 anos de prisão. O fato aconteceu na Faculdade Estácio de Sá de Campo Grande (MS).

De acordo com o juiz Luís Felipe Medeiros Vieira, Gabriel Scherer da Costa será processado por dano ao patrimônio público e perturbação na eleição. A audiência de custódia será realizada até a próxima terça-feira (4).

Depois de preso, Gabriel Scherer da Costa teria dito aos policiais que fez um protesto individual e pacífico porque perdeu o pai durante a pandemia e também porque está desempregado.