O PSOL de Florianópolis realiza sua convenção partidária neste domingo (6), às 19h, quando formalizará o nome do professor Elson Pereira como candidato a prefeito. O encontro será presencial (com todos os protocolos de prevenção ao coronavírus) na sede do partido. Elson, que alcançou 20,06% dos votos e ficou em terceiro lugar no último pleito, foi escolhido para liderar a maior frente de esquerda dos últimos 24 anos na capital, com expressiva chance de chegar ao segundo turno.

Na reunião, também serão aprovadas as candidaturas ao legislativo. A sigla espera dobrar a bancada atual da Câmara Municipal de dois para quatro representantes.

Frente com 9 partidos

O nome de Elson foi indicado como pré-candidato do PSOL em novembro de 2019 e, em 8 de agosto deste ano, pelo coletivo “Floripa Pra Frente”, composto por nove partidos e organizações políticas (PSOL, PDT, PT, PCdoB, PSB, REDE, UP, PCLCP e UCB). O movimento do campo progressista e popular se uniu para vencer o bolsonarismo e o histórico de governos conservadores na capital, salvo o hiato entre 1993 e 1996, do governo Sérgio Grando e Afrânio Boppré.

“É uma eleição que pela primeira vez na história do PSOL na cidade aponta para a indicação de um candidato à prefeitura com possibilidade real de ir ao segundo turno e de ganhar”, observa o pré-candidato a prefeito. Devido à pandemia, a convenção será restrita aos 15 membros do Diretório Municipal, que homologarão o resultado da plenária virtual com as filiadas e os filiados, prevista para sábado (5), às 14h.

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp