PSOL indica Leonel Camasão para concorrer ao Governo

PSOL indica Leonel Camasão para concorrer ao Governo PSOL indica Leonel Camasão para concorrer ao Governo

Política

Por: OCP News Jaraguá do Sul

quinta-feira, 05:00 - 15/02/2018

OCP News Jaraguá do Sul
O mestre em jornalismo Leonel Camasão, 31 anos, deve ser o candidato do PSOL na disputa pelo governo catarinense. O paulista, que desde os 14 anos viveu em Joinville, deve ser o mais novo na disputa pelo Executivo nas próximas eleições. Há dois anos, Camasão vive na Capital. Atualmente é presidente da sigla em Florianópolis e atua como assessor parlamentar da Câmara de Vereadores da cidade. O anúncio da candidatura de Camasão aconteceu na semana passada, após início da série sobre os candidatos na corrida ao governo estadual. “A possibilidade de meu nome representar o partido nas eleições 2018 vem sendo debatida no PSOL desde outubro do ano passado. A candidatura ao governo não vem de um desejo pessoal. Ela nasce como uma possibilidade de apresentar ao povo de Santa Catarina uma alternativa de poder. De mostrar que é possível fazer diferente. Que vamos discutir temas que, sem nossa candidatura, não seriam discutidos”, confirmou Leonel Camasão. O jornalista diz que há mais de 15 anos participa de atividades políticas e já disputou três eleições – a estreia foi em 2010 na busca de posicionamento como deputado federal, quando somou 1.675 votos; concorreu à Prefeitura de Joinville em 2012, conquistando 10.017 mil eleitores; e da última vez, em 2014, concorreu a deputado estadual com mais de 5,8 mil votos. “Faremos seminários regionais para, em conjunto com a sociedade civil, movimentos sociais e intelectuais, elaborarmos diretrizes para um programa de governo com a disposição de mudar Santa Catarina”, informou o pré-candidato. O projeto da legenda deve se estender sobre seis eixos. “A questão dos territórios e do meio ambiente; políticas de cultura e comunicação; economia; democratização do poder e da política; políticas para mulheres, indígenas, negros e LGBTs, e ainda o tripé: saúde, educação e segurança. Nossa proposta é sistematizar os acúmulos já existentes no movimento social e na intelectualidade para que tenhamos o melhor programa para nosso estado”, apresentou. O jovem político diz que a intenção é fazer um programa de mudanças estruturais. “Faremos um programa que inverta as prioridades: ao invés de uma política destinada à minoria mais rica, uma política que coloque a maioria do povo catarinense no centro das prioridades”, finaliza Leonel Camasão.
×